a-familia-de-sara

Clique para saber mais sobre o livro e a polêmica. 

 

Este é o pequeno e singelo livro de uma menina que tem uma família. É uma família como todas as outras, diferente, a seu modo. 

Dia a resenha:

"Sara tem uma família feliz, que a ama. Tem quatro primos, tio e tias, avô, avó, madrinha, mãe e dois irmãos. Além desses, que fazem parte dessa história, muitos outros parentes e amigos amam Sara e são igualmente amados por ela. Este é um livro que trabalha o papel da escola na aceitação de novos modelos de família. As crianças podem se expressar sobre suas relações familiares e é direcionado para crianças da educação infantil e primeiras séries do ensino fundamental."

Por algum motivo, algumas pessoas acham que o livro "trabalha o papel da escola na desconstrução da família". Não concordamos. E principalmente não concordamos com a censura ao livro feito por motivos religiosos. A escola que adotou o livro é uma escola católica. Segundo o próprio colégio: 

O Colégio Marista de Brasília (Maristinha) está atento aos sinais dos tempos, incorporando os desafios contemporâneos aos processos pedagógicos-pastorais.“Uma pastoral em chave missionária não está obcecada pela transmissão desarticulada de uma imensidade de doutrinas que se tentam impor à força de insistir. Quando se assume um objetivo pastoral e um estilo missionário, que chegue realmente a todos sem exceções nem exclusões, o anúncio concentra-se no essencial, no que é mais belo, mais importante, mais atraente e, ao mesmo tempo, mais necessário” (EvangeliiGaudium, n. 35).

Para saber mais sobre o livro, e sua interessante coleção, clique em www.saraesuaturma.com.

Para ver a resposta do Colério Marista (Maristinha), clique aqui (www.zenit.org/pt/articles/posicionamento-do-colegio-marista-sobre-artigo-publicado-em-zenit)

Para ver a própria Sara (sim, ela existe, conforme ela mesma diz),  clique aqui (www.youtube.com/watch?v=bBnrarGsz_U)

Para ver a matéria do Globo DF, clique aqui (g1.globo.com/distrito-federal/videos/v/livro-infantil-provoca-polemica-em-escola-de-brasilia/4600380/)

Obs: sobre a informação de que o colégio teria cedido a pressão e excluído o livro, o mesmo informa que a lista de livros paradidáticos é rotativa, portanto, muda todos os anos.