Nas instituições de acolhimento do DF, há muitas crianças e adolescentes cujos pais tiveram decretada a perda do poder familiar e sem candidatos pretendentes à sua adoção, em decorrência de suas características, seja por problemas de saúde, seja em razão da idade, ou mesmo porque fazem parte de grupos de irmãos.

Veja o artigo original aqui.